Notícia

País deveria estimular uso da energia solar

23 julho 2015

23 julho 2015

O uso da energia solar seria uma saída para reduzir a conta de luz e economizar os recursos hídricos.

Fontes de energia alternativa ajudariam a reduzir o custo da conta de luz, por isso o Brasil deveria investir mais para estimular a energia solar. Foi o que apontaram 69% dos participantes de pesquisa feita pela PROTESTE Associação de Consumidores com 1.171 participantes, para mostrar a opinião de pessoas com pelo menos um sistema de energia alternativa instalado em casa. 


Entre os participantes da pesquisa, 84% se mostraram interessados em energia alternativa. Os painéis solares obtiveram mais de 70% da preferência, entre diversas formas de energia alternativa sugeridas. E 58,4% apontaram que estão dispostos a investir em painéis solares de energia, sendo que 31,7% para poder manter o mesmo consumo a um custo inferior, e 54% tanto para reduzir o consumo quanto o custo da energia. 


Hoje a maior parte da energia elétrica no Brasil é produzida por usinas hidrelétricas, e quando há escassez de chuva e os reservatórios estão com nível baixo, o governo precisa acionar outras fontes, como as térmicas, encarecendo a conta de luz. Mais da metade dos participantes da pesquisa (53,6%) consideram ser muito rentável manter a energia solar. 


Dos que afirmaram ter painel solar, 85% o utilizam apenas para aquecer a água e 8% dos que tem o sistema fotovoltaico é também para produzir eletricidade. Quem tem painel solar o utiliza com outro sistema, geralmente com resistência elétrica nos painéis (44%). E têm como principais fontes de informação os fabricantes e instaladores dos equipamentos. 


No caso de painéis instalados em combinação com uma resistência elétrica, o que é comum opção no Brasil, tal resistência é principalmente equipado com um sistema de programação. Os painéis são quase sempre instalados no telhado (99%). 


Aquecedores solares com reservatório de 200 litros custam em torno de R$ 2,5 mil, e a produção média mensal de energia, segundo o Inmetro, pode chegar a 182 kwh/mês para sistemas de aquecimento de água para o banho. Considerando uma família de quatro pessoas tomando um banho de oito minutos por dia, o consumo mensal médio seria de 56 kwh/mês. Já com o painel solar, não haveria custo energético para aquecer a água para o banho.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e ganhe acesso ao conteúdo exclusivo que reservamos para você!



Imprimir Enviar a um amigo