Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Saiba como usar a rede elétrica da sua casa de modo mais seguro
Adotando cuidados básicos, você pode reduzir os riscos de sobrecargas, curtos-circuitos e até mesmo incêndios.
14 maio 2018 |
Segurança_Elétrica01

Sabemos que em muitas residências o hábito é comum, embora seja muito perigoso. Imagine um filtro de linha – ou régua –, que tem quatro ou cinco entradas e capacidade de 10 A. No entanto, você conecta a ele vários aparelhos e, sem perceber, acaba ultrapassando os 10 A. Nesse situação, surge o risco de o fio e as conexões internas da régua aquecerem e sofrerem sobrecarga, o que pode resultar em um incêndio. 

A PROTESTE testa não só a qualidade e a eficiência, mas também a segurança de vários produtos. Associe-se! 

Saiba como fazemos nossos testes

Se você tem esse tipo de hábito, é hora de repensá-lo para preservar a rede elétrica doméstica e proteger sua família. A boa notícia é que respeitando regras básicas de segurança, você pode manter sua casa resguardada, do ponto de vista elétrico.

 Saiba tudo sobre seguro residencial em nosso site

 

segurancaeletrica02

 

Instalações são projetadas para equipamentos mais usados 

Tenha em mente que as instalações elétricas de uma casa são dimensionadas para uso dos aparelhos instalados ou previstos em projeto e para eletrodomésticos usados comumente em unidades residenciais. 

Compare modelos, características e preços de dezenas de produtos

Em outras palavras: ao adquirir um aparelho, verifique se o local escolhido para a sua instalação foi previsto, de modo que o funcionamento ocorra nas condições exigidas pelo fabricante.

As instalações de luminárias e máquinas deverão ser executadas somente por técnicos  habilitados, observando-se, em especial, o aterramento, a voltagem, a bitola, a qualidade dos fios, o isolamento, as tomadas e os plugues dos equipamentos. 

 Economize energia usando ar-condicionado e ventilador ao mesmo tempo

É sempre importante verificar se a corrente do aparelho a ser instalado não sobrecarregará a capacidade da tomada e da instalação do circuito (disjuntor). Esse cuidado é fundamental para evitar curtos-circuitos e, consequentemente, incêndios em sua casa. 

Micro-ondas: desvendamos todos os mitos 

 

 

Antes de adquirir um imóvel ou lote, vá à agência de atendimento da concessionária para saber se a rede elétrica mais próxima é adequada para a ligação de energia elétrica. Em residências novas (primeira habitação), a responsabilidade pela aplicação das normas técnicas e de segurança para a instalação elétrica é do construtor.

Escolha bem seus eletrodomésticos e economize na conta de luz 

Se o imóvel é usado, contrate um eletricista para verificar se a instalação interna está em boas condições. Um sistema bem feito dura, em média, 20 anos. Mas após dez anos, você deve fazer uma revisão. Verifique a fiação, os soquetes e os interruptores.

Um produto te causou acidente? Saiba o que fazer

 Veja a seguir outras dicas importantíssimas: 

• Evite os “benjamins” ou “Ts”, pois o uso indevido pode causar sobrecargas nas instalações. Para resolver o problema, instale mais tomadas, respeitando o limite dos fios. 

• O fio terra é muito importante. Não o inutilize nos aparelhos e nunca use o fio neutro (cor azul) como fio terra.

• Se a sua casa ainda não possui um sistema de aterramento, providencie a instalação.

• Mantenha o quadro de luz desimpedido, ventilado, limpo e longe de botijões de gás. Em caso de emergência ou incêndio, desligue a chave geral.

• A manutenção das instalações elétricas deve ser executada com os circuitos disjuntores desligados e somente por profissionais habilitados.

 

segurancaeletrica03

 

• Sempre que trocar lâmpadas, limpar e reapertar os componentes, desligue os disjuntores correspondentes ou, na dúvida, a chave geral.

• Não manuseie aparelhos elétricos quando houver contato com água, pois podem ocorrer acidentes fatais.

• Ao lidar com eletricidade, use calçados com sola de borracha inteiriça (tênis, por exemplo), pois a borracha é má condutora de energia e isola seu corpo do chão, evitando choques.

• Não confunda o fio terra com os fios fase, para não simular uma ligação de 110 v onde deveria ser 220 v. Isso pode causar um curto-circuito em toda a instalação.

• Em caso de tempestade, não use o chuveiro nem a torneira elétrica. Evite o contato com objetos com estrutura metálica, como fogões, geladeiras, torneiras e canos. Não ligue aparelhos e motores elétricos, para não queimar os equipamentos. Afaste-se das tomadas e evite o uso do telefone. Tire das tomadas os aparelhos eletrônicos.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 4003-3907 (de celular).

Leia também

babá eletrônica
foto-celular
Carro andando na chuva

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.