Notícia

8 motivos para se preocupar com o bloqueio da sua internet fixa

20 abril 2016

20 abril 2016

As limitações à internet fixa impostas pelas operadoras, além de ilegais, trariam diversos prejuízos no seu dia a dia. Saiba como ficar atento e participe da mobilização da PROTESTE contra o bloqueio.

As operadoras querem limitar o uso da Internet cobrando franquia excedente ou até mesmo fazendo o corte do seu acesso. Mas já parou para pensar no impacto que isso poderia trazer à sua vida, seus hábitos, hobbies e costumes? Confira alguns pontos essenciais para ficar atento e junte-se à PROTESTE na luta contra o bloqueio da internet fixa


ASSINAR PETIÇÃO CONTRA O BLOQUEIO DA INTERNET 

1 - A função da Anatel é defender seus interesses, porém...
Teoricamente, a Anatel deveria reprimir infrações aos direitos dos usuários, dando diretrizes ao setor de telefonia e atuar preenchendo lacunas das leis. Porém, o que vimos recentemente foi a Anatel dando aval às operadoras para que passem a limitar o uso da Internet cobrando franquia excedente, ou até mesmo fazendo o corte do seu acesso.
 
2 - Você terá que assistir menos filmes no Netflix
Se você está acostumado a reservar os dias de folga para assistir a vários filmes, provavelmente terá de repensar o hábito. Por exemplo: se você assistir a um único filme por final de semana, ao final do mês já terá comprometido ¼ de toda a sua franquia de consumo. Considerando um plano médio de 8 a 10 mega de velocidade com a franquia de consumo de 100Gb/mês, 4 filmes comprometeriam cerca de 25Gb desse total.
 
3 - E as séries do Netflix? Vai ser difícil assistir a uma temporada inteira
Já pensou perder o final daquela série que você está acostumado a acompanhar religiosamente? Pois com a limitação da internet fixa isso pode acontecer. A não ser que você assuma o risco de assistir a uma temporada completa e ficar com 40% do seu pacote mensal comprometido. Isso mesmo: quase metade do pacote que você teria para fazer várias coisas na Internet seria consumido por uma única série no Netfilx.
 
4 - Você sabia que há operadoras que já limitam a sua internet?
Com a desculpa de manter a rede bem dimensionada, a tática de limitar o acesso na Internet fixa já é praticada por empresas de banda larga como a NET. Sendo assim, quando o limite do plano - Virtua, por exemplo - é atingido, você tem a velocidade da sua conexão reduzida até o final do mês. Não aceite esta prática das operadoras. Junte-se à PROTESTE e assine a petição:



 
5 - Bloquear sua Internet fixa fere garantias do Marco Civil
O Marco Civil da Internet deixa claro que uma operadora só pode interromper o acesso à Internet caso o cliente deixe de pagar a conta. Sendo assim, o bloqueio feito por qualquer outro motivo fere diretamente o direito à continuidade do serviço e além disso, um outro direito expressamente estabelecido pelo Marco Civil que considera que o acesso à Internet é essencial para o exercício da cidadania.
 

6 – Você já paga muito caro pela sua Internet 

Comparado a outros países, o preço médio da banda larga no Brasil é o segundo mais caro do mundo. E o preço final é composto por 40% de impostos.

 
7 – Limitar Internet fixa infringe o Código de Defesa do Consumidor
A medida das operadoras em restringir o uso ou bloquear o acesso à Internet fere o Código de Defesa do Consumidor, pois elevariam o custo, repassando a você, consumidor, sem justa causa, a responsabilidade que é do fornecedor do serviço.
 
8 – Trocar de plano nesse momento pode ser um perigo 
Sabe aquelas ligações que você recebe onde te oferecem um upgrade do seu plano com “infinitas vantagens” e que as operadoras tanto insistem para que você aceite? Tome cuidado! Nessas ofertas, ela pode estar migrando o seu contrato para um novo plano com pacote de dados limitados, e caso você aceite, corre o risco de ter a sua internet bloqueada futuramente.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE!


Imprimir Enviar a um amigo