Notícia

Acesso grátis a Internet em aeroporto

18 dezembro 2009

18 dezembro 2009

PROTESTE cobra da Infraero cumprimento de promessa. Hoje quem quer usar computador portátil via rede precisa pagar R$ 25 ou o acesso é limitado.

A PROTESTE Associação de Consumidores enviou ofício para a Empresa Brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária (Infraero) cobrando explicações de porque até agora não foi cumprida a promessa de que os aeroportos brasileiros disponibilizariam acesso gratuito à Internet  em todas as áreas, inclusive nas salas de embarque.

Para a Associação, não se justifica o  passageiro já pagar uma das mais altas taxas de embarque para uso dos aeroportos – em torno de R$ 20, e ainda ter que desembolsar R$ 25 por dia para poder se conectar do aeroporto em computadores portáteis via rede wireless, enquanto aguarda o horário do voo.

Hoje ao abrir o computador portátil no aeroporto, o usuário é direcionado a uma página de autenticação, na qual tem que se identificar e só tem acesso gratuito a sites do governo, com extensão.gov.br.

Prometida para o fim de 2008 e só oferecida de fato em julho de 2009, a internet  sem fio provida pela Infraero  não permite acessar sem custos sites noticiosos, de bancos ou e-mails. O usuário tem que recorrer a conexões privadas e pagar a uma operadora que atue nos aeroportos de Congonhas e Guarulhos, Rio de Janeiro (Galeão e Santos Dumont), Campinas, Brasília, Belém, Porto Alegre, Curitiba, Manaus, Confins (MG), Salvador e Recife.


Imprimir Enviar a um amigo