Especial

Guia da conversão de pulso para minuto

28 março 2007

28 março 2007

Nos estados em que a cobrança da telefonia fixa já mudou, quem ainda não optou por um plano sentirá no bolso a diferença.

Guia da conversão de pulso para minuto

Em diversos estados, onde a conversão já teve início, os consumidores que não escolherem um dos planos de telefonia fixa já começarão a sentir no bolso a mudança do sistema de cobrança das ligações de pulso para minuto. Para responder às dúvidas mais freqüentes, a PROTESTE fez um guia que explica as vantagens e desvantagens de cada um dos planos obrigatórios: o básico e o alternativo de oferta obrigatória (Pasoo).

Antes de tudo, a PROTESTE recomenda que você solicite formalmente à operadora a conta detalhada para poder avaliar o consumo e optar pelo plano que melhor se encaixa ao seu perfil, o básico ou o Pasoo. Quem não optar, terá a conta tarifada pelo plano básico. Quando receber a primeira conta em minutos poderá avaliar seu consumo e optar pela troca do plano, se for o caso.

O guia trata ainda da evolução das negociações na área, as regras, os direitos, os custos e as opções que vamos ter para não ter que pagar mais e nem ficar preso a condições abusivas.

Aproveite a navegação e boas falas.


Imprimir Enviar a um amigo