Notícia

PROTESTE lança campanha contra cobrança indevida na conta de celular

23 outubro 2015

23 outubro 2015

Pesquisa aponta que 60% já teve cobrança indevida e apenas 8,5% obteve solução. Com app, campanha Controle sua Conta permite acompanhar o consumo em tempo real e suporte para solucionar casos de cobrança indevida.


As cobranças indevidas são frequentes nas contas de telefonia celular, conforme pesquisa realizada pela PROTESTE entre os consumidores. Cerca de 60% apontou já ter tido cobrança indevida, e a maioria (66%) procurou a Operadora, mas destes, 38% não teve retorno sobre a reclamação. E apenas 8,5% foi reembolsado com correção, com um tempo médio de espera de 37 dias.


Para ajudar a fazer valer os seus direitos, lançamos a campanha Controle sua Conta, onde, através de um aplicativo exclusivo, você poderá e conferir em tempo real, o seu consumo de dados de internet, ligações e sms direto na conta de telefone e identificar possíveis problemas



Além disso, ao encontrar qualquer cobrança irregular você entra em contato com nossos especialistas jurídicos e obtém toda assistência para receber seu dinheiro de volta em dobro.


Falta informação sobre cobranças


A pesquisa da PROTESTE também identificou que há falta de informação aos consumidores. Metade não entende como é feita a cobrança, e não vai atrás para receber seu contrato e a conta detalhada: 55% não receberam o contrato e 14,3% não recebem a conta detalhada, e não buscam essa informação. Veja mais detalhes da pesquisa.


O que fazer com cobranças não reconhecidas


Caso não reconheça algum dos itens cobrados na fatura, você deve entrar em contato com a operadora, solicitando a segunda via do documento de cobrança, sem as chamadas e ou serviços não reconhecidos. A partir daí, deve haver a emissão de nova fatura para pagamento


Quando você apresenta a contestação dos débitos, há alteração nos prazos para suspensão parcial e total do serviço até que seja notificado da resposta da prestadora à sua contestação. Se for emitido novo documento de cobrança sem os débitos questionados, enquanto analisa a demanda, os prazos para suspensão do serviço são contados normalmente. 



Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE!


Imprimir Enviar a um amigo