Notícia

Barras de cereais são saudáveis só nos rótulos

02 junho 2016

02 junho 2016

Os teores de nutrientes declarados nas embalagens nem sempre são os mesmos que os produtos contêm. Confira o resultado do nosso teste.

Ao analisar 12 barras de cereais nos sabores banana, aveia e mel e castanhas, constamos baixa qualidade nutricional em quatro produtos. Em parte deles, as fibras estão abaixo do esperado. E ainda não faltam gorduras, sódio e há até aditivos controversos. Por isso, sugerimos consumir esses alimentos de vez em quando, com bastante moderação.


 


Teores de nutricionais declarados nos rótulos são diferentes dos encontrados nos produtos


Foi detectada diferença,  acima  do permitido, entre os teores nutricionais declarados nos rótulos e os efetivamente encontrados nos produtos em análise no laboratório. Os valores declarados nos rótulos  podem ter uma diferença de até 20% a mais.

 

O produto da Taek tem 69,4% a mais de gordura total (soma das gorduras boas e ruins) do que o informado na embalagem e 26,8% a mais de sódio. O Nesfit tem 22,4% a mais de sódio do que consta na rotulagem. E tem 19,6% a mais de gordura total do que o rótulo apresenta, apesar de esta diferença estar dentro da permitida pela legislação.

 

O Nutry tem 29,9% a mais de sódio e 31,6% a mais de gordura total do que o constante na embalagem. O Trio tem 26,7% a mais de sódio e 25,3% a mais de gordura total do que aparece na embalagem. O Nuts apresenta 30,3% a mais de sódio e 2,8% a mais de gordura total (cuja diferença também está dentro da permitida pela legislação), em relação ao informado no rótulo.

 

"O consumidor que tenta adotar uma alimentação  saudável conferindo as tabelas nutricionais acaba sendo enganado pelas informações das embalagens; por isso denunciamos essa situação à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)", destaca Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da PROTESTE.


 


Barras de cereais contêm substâncias potencialmente cancerígenas 


As barras Quaker, de banana, e Ritter, de castanha, contêm os aditivos BHA e BHT, que já foram banidos em alguns países da Europa, pois podem aumentar os teores de lipídios e gorduras no sangue, atrapalhar a absorção das vitaminas A e D pelo organismo e causar urticária e dermatite. Alguns estudos também apontam que o BHA pode contribuir para o surgimento de câncer. Não sabemos a quantidade exata de cada um, porque a legislação não exige essa informação no rótulo. Portanto, o melhor a fazer é evitar alimentos com estas substâncias.

 

Nas barras Nesfit e Nutry de banana, foram encontrados uma pequena quantidade de fragmentos de insetos. Mesmo dentro do limite permitido e seguro para consumo, de acordo com a legislação, elas foram consideradas fracas. O fato de outras barras, inclusive da mesma marca, terem ótima higiene, demonstra que os fabricantes podem produzi-las sem risco de contaminação.

 

Nos produtos Trio e Nutry de banana, o açúcar é o componente em maior quantidade, em vez de aveia, milho, flocos de arroz ou trigo, por exemplo. O açúcar pode ser disfarçado com outros nomes, como maltodextrina, extrato de malte e xarope de glicose. Portanto, é importante conferir a composição. Se não conhecer o nome do ingrediente principal, pesquise para saber do que se trata antes de optar por esse produto.

 


A barra Ritter de banana tem 25% menos fibras em relação ao valor indicado no rótulo, nutriente essencial na alimentação de qualquer pessoa. Ela é fundamental para o bom funcionamento do intestino, reduz o colesterol e a glicose e pode prevenir alguns tipos de câncer. Já as barras Nutry Diet, Nutry de castanhas e Nesfit, em ambas as versões, têm entre 2,5g e 3g de fibras. É bem mais do que um alimento sólido com um peso médio de 25g deve ter para ser considerado "fonte de fibras". Em função disso, esses produtos podem apresentar essa informação nos rótulos. As mais pobres no nutriente, fornecendo menos de 1g, são Trio e Ritter de castanhas, Nutry, Ritter, Trio e Taeq de banana.

 

Por serem produtos doces, os consumidores podem esquecer que também têm sódio e, às vezes, além do que declaram. Assim como a Nutry de castanhas, as barras de banana Trio, Nesfit, Quaker, Nutry, Taeq e Linea apresentam uma quantidade maior do mineral do que informam. Por isso, tenha cuidado com essas e não coma mais de uma.

 

Buscando ingerir menos gordura no dia a dia, muitos consumidores optam por barras de cereais light. No entanto, light não é somente o produto que tem menos gordura. É o alimento que tem, no mínimo, 25% a menos de calorias ou de nutrientes como sódio e açúcar, em relação à versão convencional do mesmo produto ou à média nutricional de similares no mercado.

 

Contudo, as quatro barras analisadas da Trio e Nutry, Nesfit e Taek não têm versão convencional, nem mencionam os nomes dos outros produtos usados como referência na comparação. Nesse ponto, não há qualquer inconformidade com elas. O problema é que seguem a legislação atual, bastante frágil e permissiva.

 

Por isso, a PROTESTE pediu à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) uma legislação mais clara sobre a classificação light de produtos alimentícios, incluindo as barras de cereais.


Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE!


Imprimir Enviar a um amigo