Notícia

Molhos prontos podem ser usados sem medo

25 outubro 2012

25 outubro 2012

Em nosso teste, os molhos brancos e madeira não se saíram mal. Por isso, não há problema em optar pela comodidade de cozinhar com eles.

Boa notícia para os adeptos da praticidade: é possível usar molhos branco e madeira prontos, sem colocar em risco a saúde. Eles chegam a ter menos gordura do que suas versões caseiras e contêm pouco glutamato monossódico (quando há). Assim, na próxima vez que preparar massas em casa, pode confiar ao comprar o molho branco para acompanhá-la. O mesmo vale para o molho madeira em suas receitas de carne.

Alguns molhos prontos só precisam ser aquecidos, outros pedem adição de água ou leite, além do aquecimento. Mas todos são realmente práticos.

Todos os molhos testados expõem informações de maneira clara e correta em seus rótulos. Os molhos branco e madeira Elegê e Parmalat trazem também a data de fabricação (dado que não é obrigatório, mas que permite ao consumidor optar pelo mais fresco).

A higiene está garantida: não encontramos contaminação microbiológica ou sujidades. Apenas o molho branco Masterfoods foi "aceitável", por conter uma contagem pequena de Bacillus cereus, um contaminante comum da farinha de trigo, ingrediente base desse molho. Porém, como ele será aquecido, o fogo elimina o bacilo.


Imprimir Enviar a um amigo