Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Será que está na hora de procurar o veterinário?
Com alguns sintomas não dá para brincar. Então, saiba identificá-los para, dessa forma, garantir a saúde do seu melhor amigo. 
27 novembro 2017 |
cão 1
Nem sempre é fácil saber quando algo não vai bem com o pet. Por isso, é importante estar atento a sinais que indicam ser necessário levá-lo imediatamente ao especialista. São eles:
 
Vômito
Os animais vomitam por diversos motivos. Pode ser que seja algo pontual, como uma indisposição estomacal. No entanto, é possível que o sintoma seja um indicativo de problemas mais sérios. Entre eles estão doenças virais e bacterianas, intoxicação, insuficiência renal, desordens hepáticas e torções gastrointestinais. 

Sabia que a PROTESTE se preocupa não só com a saúde do seu pet, mas também com a sua? Associe-se já! 

Diarreia
Assim como o vômito, existe uma série de fatores associados à diarreia: mudança na alimentação, parasitas intestinais, viroses, intoxicações, disfunções hepáticas, pancreáticas e renais, entre outros. 
 
Falta de apetite 
Se o seu pet parar de comer, pode ser que ele tenha enjoado da comida ou não tenha gostado da nova ração. Porém, isso pode ser sinal de uma disfunção mais séria no organismo e, até mesmo, sintoma de depressão. Além disso, a falta de apetite faz com que seu animalzinho fique com o sistema imunológico mais debilitado e, consequentemente, se torne suscetível a infecções secundárias.

cão 3

 
Tosse, espirro e engasgo
Engasgar com um alimento em uma situação isolada é uma coisa. Mas se seu pet tem engasgado com frequência, ou apresentado tosses e espirros, algo não vai bem com o sistema respiratório dele. Algumas vezes, a tosse está ainda associada a inúmeros problemas – inclusive a doenças cardíacas. 
 
Autolambeção, mordeção e coceira excessiva
A compulsão por se lamber, morder ou coçar representa um desvio comportamental que pode estar associado a problemas físicos, como alergias, pele seca e parasitas. Por outro lado, também é possível que o ato seja consequência de tédio, ansiedade e depressão. Alguns animais depressivos chegam a se automutilar com a lambedura excessiva e, às vezes, apenas um tratamento com psicotrópicos específicos indicados pelo veterinário é capaz de reverter o quadro.
 
Mau cheiro
Animais têm um odor característico de pele que já conhecemos bem. Porém, se você sentir um odor bem desagradável exalando de seu pet, seja do hálito, das orelhas ou de suas glândulas anais, é preciso procurar um veterinário. É bem provável que haja infecção e apenas o diagnóstico veterinário poderá dizer como tratar. 

Prostração
Para quem tem animais ativos é fácil perceber quando o animal perde a energia. Já no caso dos pets preguiçosos, é preciso estar atento para não confundir preguiça com prostração. Então, se ele fica mais tempo deitado, quieto, tem comido menos e apresenta cansaço excessivo, é hora de fazer um passeio ao veterinário. Quando o animal fica mais inativo, pode ser sinal de anemia, problemas cardíacos, dor nas articulações, diabetes, entre outros problemas.

cão 2

Aumento ou perda de peso
Quando o animal perde peso muito rápido (mesmo se alimentando), é possível que ele esteja anêmico ou diabético. Se ele engordar muito, problemas na tireoide, na glândula adrenal ou abdômen distendido podem ser a causa. 
 
Mancar
Um cachorro manca por inúmeros motivos: quando machuca os coxins ou farreia além da conta e sofre algum estiramento, torção, luxação ou fratura. O mancar também pode ser consequência de artrites e artroses, displasia coxofemoral, hérnia de disco e até tumores nos ossos. O fato é que, se seu pet está mancando, ele está com dor. Então, leve-o ao veterinário.
 
Comportamento anormal 
Paralisia, dificuldade de locomoção e alterações na coordenação motora. Esses comportamentos significam que algo está muito errado com o pet. Todos eles são sinais relacionados à convulsão e problemas neurológicos, que podem ser acarretados tanto por uma intoxicação quanto por um quadro de epilepsia e outros problemas graves. 
 

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

ovos-proteina
ração-cachorro
duvidas-whey-protein
vitamina-c

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.