Notícia

Ter duas apólices nem sempre ajuda

28 agosto 2012

28 agosto 2012

Saiba em quais casos ter mais de um seguro pode compensar.

Ter duas apólices nem sempre ajuda

A concorrência de apólices é quando uma pessoa contrata dois (ou mais) seguros para um mesmo bem. Mas quem pensa que isso só pode trazer vantagem, pode estar enganado, já que nem sempre é o que acontece. Em casos como o do seguro de vida, pode ser uma boa opção. Mas em relação aos bens, é preciso avaliar a situação.

Ter duas apólices para o mesmo bem pode ser vantajoso quando a primeira seguradora não oferece todas as coberturas que você pretende contratar.

Possuir mais de um seguro não é ilegal. Mas o Código Civil estabelece que, no caso de um novo seguro para o mesmo bem, a pessoa deve comunicar por escrito à seguradora inicial, pois, caso haja sinistro, o valor da indenização não pode ultrapassar o valor real do bem.

O ideal é sempre avaliar se não é melhor aumentar o capital segurado em uma única apólice do que contratar outra.

Veja quando vale ou não a pena ter dois seguros para o mesmo bem.

Vantagens

·         Pode lhe permitir contratar coberturas diferenciadas em cada uma das apólices;

·         Para seguro de vida pode valer a pena, já que você contrata o valor que quiser de capital para receber em caso de invalidez ou óbito. Você ou sua família receberá a soma das indenizações de cada apólice.

Desvantagens

·         Terá que pagar duas vezes a comissão do corretor e o IOF;

·         O custo da apólice é outra despesa que você terá que arcar duas vezes;

·         A soma dos prêmios das duas seguradoras contratadas poderá sair mais caro do que contratar uma apólice mais completa em apenas uma seguradora;

·         Você não receberá as duas indenizações integrais se ambas as apólices estiverem cobrindo os mesmos riscos, exceto em caso de seguro de vida.

 


Imprimir Enviar a um amigo