Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Home theaters: você pode confiar neles
Avaliamos esses aparelhos e constatamos que eles são uma opção viável para quem pretende ter som de boa qualidade em casa.
21 julho 2014 |

Já pensou em assistir a um filme ou show em casa com som de cinema? O home theater pode transformar esse desejo em realidade. E, se depender dos analisados em nosso teste, você não vai ficar na mão, pois eles provaram desempenhar esse papel de forma adequada.
 
A maioria dos modelos foi considerada muito boa no critério qualidade de áudio. E isso em todas as frequências: grave, médio e agudo. O Philips HTB5510D não se saiu tão bem devido à falta de agudos. Mas, como essa característica não comprometeu a qualidade do som como um todo, ele foi avaliado como bom. O Samsung HT-F4500 e o LG BH6730S tiveram o mesmo resultado, já que seus graves não são tão marcantes como os dos outros aparelhos.
 
Também verificamos a uniformidade do áudio nas três frequências. Os produtos não desapontaram e foram tidos como bons. Outra boa notícia é que nenhum deles apresentou som distorcido. E ao optar por um home theater equipado com torres, não pense que você terá vozes e músicas mais apuradas em relação aos que possuem caixas de som tradicionais. Tenha em mente que o tipo de caixa – torre ou tradicional – não tem influência sobre a qualidade do áudio.

Não existe segredo em utilizar os aparelhos
 
Usar os home theaters é simples. As informações são claras e as funções conhecidas. Os controles remotos não apresentaram problemas. Os dos modelos Samsung HT-F5550K e LG BH7530WB se destacaram, principalmente, por terem botões que, grandes o bastante, são capazes de evitar erros durante o manuseio.
 
Constatamos ainda que o uso do equipamento não pesa no seu bolso. Para chegar a essa conclusão, medimos o consumo de energia dos produtos no modo stand-by e durante a execução de um filme em Blu-Ray. Em São Paulo, quatro horas de home theater ligado diariamente, mais 20 horas em stand-by, significam, em média, R$ 2,87 a mais na conta de luz, a cada mês. Isso se levarmos em consideração o uso dos modelos Philips, que mais gastaram energia.

Compare os modelos e veja aqui o resultado completo do teste.  

Leia também

alimentação
Zoom de cartão de crédito
onix
conta

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.