Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Termômetro infravermelho iThermo: eficácia que não compensa o preço
Testamos o termômetro infravermelho iThermo, que alega medir temperaturas corporais e de superfícies em menos de 1 segundo. Confira a nossa avaliação e descubra se vale a pena gastar mais de R$ 300.
28 março 2015 |

Testamos o termômetro iThermo, da fabricante Basall, que promete praticidade ao fazer medições de temperatura tanto corporais quanto de superfícies, como da água de banho e da comida de bebês. Utilizando laser de diodo para fazer as medições, o produto diz ser capaz de fazer leituras infravermelhas em menos de 1 segundo.

Primeiro analisamos sua embalagem, que contém, além do aparelho, que é aprovado pelo Inmetro e pela Anvisa, uma bateria de 9V, um certificado de garantia e um manual do usuário em formato de livro. 

Tenha cuidado para não direcionar o aparelho para os olhos

 O manual de instruções é bem detalhado, contendo muitas fotos que ilustram diferentes partes do produto, embora o texto pudesse ser um pouco maior, para facilitar a leitura. A informação de que o termômetro não deve ser direcionado aos olhos também merecia destaque maior, já que a medição pode ser feita na testa da pessoa, ou seja, perto dos olhos. 

Por R$ 323, termômetro tem material com aspecto frágil

 O aparelho, que precisa de bateria de 9V para funcionar, encaixa bem na mão e seu visor é suficientemente grande para visualizar as informações. Entretanto, chama a atenção o material de aparência pouco resistente do iThermo, especialmente a tampa para acoplar a bateria, cujo plástico cedeu ligeiramente após uma leve pressão exercida sobre ela, a fim de encaixar a bateria. E particularmente quando se leva em conta o preço do produto: R$ R$ 323,89.  

 Manual de instruções em português, botões em inglês

Vale destacar que, embora o manual esteja em português, os botões do iThermo e as informações do visor vêm em inglês, o que pode dificultar o uso para quem não está familiarizado com esse idioma. Na parte superior aparece a superfície onde será feita a medição, na qual há as palavras “Body” (corpo) e “Surface” (superfícies). Para mudar entre as duas funções basta apertar o botão “Mode”.

Visor indica temperatura elevada por meio de cor vermelha

O botão laranja acende e apaga a luz para o usuário saber onde o laser infravermelho está medindo. O botão “set” e “adj” alternam entre os registros de temperatura gravados. Ao manter apertado o botão “Set”, entra-se nas configurações. Quando a temperatura está acima do normal, na função “Body” (corpo), o visor indica isso por meio da cor vermelha.

Testado e comprovado: termômetro iThermo é veloz e preciso

Para ver se o iThermo realmente é preciso e cumpre sua promessa de tirar temperaturas em menos de 1 segundo, medimos a temperatura de alguns voluntários, nas axilas e na testa deles, usando o produto e um termômetro convencional, como comparativo.

E, de fato, o termômetro iThermo foi exato, se mantendo dentro da medição especificada no manual de cerca de 0,3°C. E, melhor: fez a leitura por volta de 1 segundo, enquanto o convencional demorou longos 3 minutos para realizar a mesma tarefa.

Nosso veredito: preço salgado não compensa material frágil

Mesmo assim, apesar de eficaz, veloz e com visor e botões de qualidade, o iThermo sai por R$ 323,89, contra os R$ 7, em média, de um termômetro convencional encontrado na farmácia.

Além disso, não bastasse o valor elevado, seu material aparenta fragilidade. Por isso, recomendamos pensar bem e avaliar suas necessidades antes de comprá-lo. 

 

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e ganhe acesso ao conteúdo exclusivo que reservamos para você!

Leia também

amazon-vende-brasil
minimo-cartao
apple
taxa-juros

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.