Notícia

Apple lança iPad Air 2 e iPad Mini 3

16 outubro 2014

16 outubro 2014

A companhia acaba de fazer uma conferência em sua sede na Califórnia para anunciar seus novos tablets e outros produtos inéditos no mercado.

O novo iPad Air foi batizado como iPad Air 2 e é a sexta versão do produto. Ele é 180 vezes mais rápido e 12 vezes mais poderoso em gráficos do que o iPad 1. Em relação ao anterior, também é cerca de 40% mais veloz.

A bateria promete 10 horas de duração com 3G (ou 4G) em funcionamento. Além disso, o novo tablet é incrivelmente mais fino do que o seu antecessor em 18%: só tem 6,1 mm de espessura.

O processador, A8X, é muito rápido e o iPad traz nova câmera traseira de 8MP e uma outra frontal, agora HD, para videoconferências. Já é possível gravar em câmera lenta e fazer time-lapse com o novo iPad. O botão de identificação de impressões digitais também estará no novo tablet, como já era esperado.

O iPad Air 2 vai poder ser encontrado com 16, 64 e 128GB, assim como os novos iPhones. As versões com 4G também foram anunciadas, porém, como sempre, serão mais caras.

Embora a câmera não filme em 4K, há um novo app feito para o lançamento desse novo iPad Air que permite a edição de vídeos 4K. Na conferência, o produto se saiu muito bem.

A Apple não deu detalhes sobre o iPad Mini 3, porém ele foi anunciado e deve ser basicamente um iPad Air 2 pequeno. Os dois tablets já estarão disponíveis ainda nesta semana em alguns países selecionados pela Apple, mas o Brasil ainda não está entre eles.

Além dos iPads, a conferência apresentou mais novidades da companhia, como o novo sistema operacional para Mac, o OS X Yosemite; a nova atualização do sistema operacional da Apple, o iOS 8.1, que já estará disponível semana que vem; um novo MAC; e o Apple Pay, que é um sistema de pagamento da Apple que usa o NFC em conjunto com o sistema de impressão de digital.

Por meio dele, é possível comprar somente aproximando o celular perto do sensor e posicionando o dedo no botão home após cadastramento do seu cartão no celular. A princípio, o sistema só estará disponível nos Estados Unidos.

Conclusão

Esses novos iPads não possuem muitos detalhes inovadores. São uma evolução de um produto que já era bom demais. Eles devem ser de novo os melhores do teste após nosso ensaio. A Apple, praticamente, pegou todos os pontos do iPhone 6 e os adaptou para o iPad.


Imprimir Enviar a um amigo