Notícia

Tablets: há boas opções com preços acessíveis

21 julho 2014
TABLET

21 julho 2014

Bateria mais duradoura, tela melhor ou preço em conta. Compare as diferenças dos principais modelos disponíveis no mercado antes de escolher o seu ou presentear alguém.

Nosso teste com tablets mostrou que, atualmente, há boas opções disponíveis no mercado, com preços mais acessíveis. Mesmo o iPad sendo considerado por muitos quase imbatível, seu principal concorrente, o Samsung Galaxy Tab, supera o gadget da Apple em alguns pontos, e um deles é na versatilidade.

 

Além disso, enquanto o iPad Air 64 GB Wi-Fi/4G, eleito o melhor do teste, tem preço mínimo de mais de R$ 2.000, o Samsung Galaxy Tab3 10" (16 GB + 3G), a nossa escolha certa, custa um pouco mais de R$ 1.000. Dá quase para comprar dois tablets da Samsung.

 

Levamos ao laboratório 21 tablets, sendo 14 com sistema operacional IOS e sete com sistema Android, para descobrir o melhor modelo em desempenho e qualidade. Entre outros quesitos, avaliamos conexões, conveniência e qualidade do touchscreen. Em conexões, o iPad não se saiu tão bem por usar conector próprio, exigindo, com frequência, um adaptador.

 

Os demais modelos se conectam via micro USB, bem mais fácil de encontrar. E todos, com exceção dos iPads, permitem o encaixe de um cartão micro-SD. Dessa forma, ele pode ser usado também como HD externo e armazenar arquivos que não sejam multimídia (música e vídeo). Quanto às conexões de dados (Internet), as melhores são as dos produtos da Apple e Samsung, que respondem rapidamente aos comandos. E o pior avaliado nesse quesito foi o AOC, com conexão aceitável.

 

Criar uma conta de e-mail é muito fácil em todos os tablets. Somente nos da Apple não é possível gravar um arquivo em anexo que chega por e-mail. Todos os gadgets testados são compatíveis com formato txt (arquivo de texto) e a maioria também lê doc, pdf e rtf. A exceção é o tablet da LG, compatível apenas com txt. E nenhum deles suporta flash, o que prejudica a visualização de alguns sites.

 

transferir arquivos, como músicas e vídeos, do tablet para o computador e vice-versa é bem mais fácil nos aparelhos que usam Android. É possível fazer isso diretamente pelo Windows, como se fosse um pen drive. Nos aparelhos da Apple, é necessário usar o iTunes, um programa desenvolvido especialmente para isso. Ainda no quesito multimídia, verificamos que a loja de aplicativos da Apple, a AppStore, mostra-se mais segura para o usuário do que a Google Play (Android).

 

Quanto à qualidade da tela e no tempo de bateria, os iPads deixam a maioria dos outros tablets para trás. Em ambiente fechado com luz artificial, a tela dos modelos da Apple com tela retina são os melhores de todos. Porém, em lugares com luz forte, como um parque, a qualidade cai um pouco. E é com a luz incidente que a tela dos produtos da Samsung se sai bem melhor do que os da Apple. O modelo da AOC é o que possui a pior tela. Ela é refletiva, lenta e imprecisa.

 

Compare os modelos e veja o resultado completo do teste aqui.


Imprimir Enviar a um amigo