Notícia

Tablets: versatilidade nas funções multimídias

15 julho 2014

15 julho 2014

Não espere muito das fotos produzidas pelos tablets, mas é possível assistir a vídeos com boa qualidade em todos os modelos, assim como transformá-los em e-readers para uma leitura agradável.

Você é daqueles que usa os tablets como se fossem verdadeiras câmeras fotográficas? Se a resposta for positiva, saiba que, embora a qualidade de fotos e vídeos da câmera traseira seja muito superior ao da câmera dianteira, os resultados são apenas bons. No quesito vídeo, todos gravam, no mínimo, com qualidade HD e possuem câmera frontal, o que permite a realização de videochamadas.

 

É possível assistir a vídeos com boa qualidade em todos os modelos. Contudo, a tela retina do iPad tem uma qualidade imbatível, deixando essa experiência ainda mais interessante. Até nos modelos de sete polegadas é agradável ver filmes.

 

Também dá para transformar os tablets em um e-reader. Para tanto, basta instalar aplicativos de leitura, como o Kindle. De acordo com nossas avaliações, os gadgets se saíram muito bem nessa função e, mesmo em ambientes externos e abertos, é possível fazer uma leitura agradável. Se a intenção é ouvir música nos tablets, faça isso apenas com fones de ouvido. As caixas de som desses produtos são baixas e distorcem o som.

 

transferir arquivos, como músicas e vídeos, do tablet para o computador e vice-versa é bem mais fácil nos aparelhos que usam Android. É possível fazer isso diretamente pelo Windows, como se fosse um pen drive. Nos aparelhos da Apple, é necessário usar o iTunes, um programa desenvolvido especialmente para isso. Ainda no quesito multimídia, verificamos que a loja de aplicativos da Apple, a AppStore, mostra-se mais segura para o usuário do que a Google Play (Android).

Como os tablets são usados com frequência no colo, verificamos o quão confortável é esse uso. No geral, todos se saíram bem. Contudo, os de sete polegadas são mais desconfortáveis. Já segurá-lo na mão ou deixá-lo apoiado em uma mesa é uma ótima experiência. O quesito conveniência do nosso teste também verificou o corretor ortográfico dos tablets. E o mais bem avaliado foi o da Apple. No outro extremo, está o AOC, que tem o pior corretor.

 

 


Imprimir Enviar a um amigo