Notícia

Telefones duros na queda

19 julho 2012

19 julho 2012

Resistentes nos testes, aparelhos têm alcance e sinal aceitável.

Em tempos de aparelhos wireless e telefones celulares, é cada vez mais difícil encontrar quem ainda queira ficar preso a uma cadeira enquanto fala ao telefone. Por essa razão, voltamos a testar telefones sem fio para apontar as melhores opções.

Levamos ao laboratório seis telefones sem fio com secretária eletrônica e oito sem secretária para analisar, entre outros fatores, a duração da bateria, o alcance do sinal, a qualidade sonora e a durabilidade.

Em geral, os aparelhos são bem parecidos em relação à qualidade sonora e à durabilidade. Mas em outros aspectos, como autonomia da bateria e preço, há diferenças consideráveis entre os aparelhos.

Versáteis, mas com pontos a melhorar

Todos os aparelhos testados possuem viva-voz e visor no fone. Oferecem também de 20 a 100 entradas na memória para armazenamento de números. E todos aceitam letras para relacionar um número a um nome. Entretanto, eles seriam melhores se tivessem entrada para cartões SIM, o que facilitaria a exportação de toda a agenda que estivesse no cartão para a memória do telefone.

Ligações internas e audioconferências com três pessoas (duas no mesmo local e uma externa) podem ser realizadas em todos os modelos. Todos eles podem armazenar, no mínimo, as dez últimas ligações perdidas e as cinco últimas realizadas (re-dial).

Com exceção de um aparelho, todos possuem a função de autoatendimento, que libera o telefone automaticamente para ser usado quando é retirado da base ao receber uma ligação. Apesar de os aparelhos já usarem plugues no novo padrão, dois modelos não isolam corretamente as partes vivas.

O alcance do sinal, um dos pontos que norteiam a escolha por esse tipo de aparelho, foi avaliado com o aparelho em uso em três situações. Na primeira, a base e o fone estavam no mesmo andar. Na segunda, a base estava em um andar e o telefone no andar abaixo. E na terceira, a base estava em um andar e o telefone dois andares abaixo. Nenhum modelo ficou com nota boa devido ao mau desempenho na diferença de dois andares.


Imprimir Enviar a um amigo