Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Novos resultados do Latin NCAP: Volkswagen Taos se torna o primeiro modelo 5 estrelas conforme o mais recente protocolo do Latin NCAP, enquanto o Fiat Argo/Cronos ganha zero estrela
03 dezembro 2021 |

Os novos resultados do Programa de Avaliação de Carros Novos para América Latina e o Caribe, Latin NCAP, foram divulgados hoje com o primeiro veículo 5 estrelas sob o novo protocolo, o Volkswagen Taos, e um zero estrela decepcionante para o Fiat Argo/Cronos.

O Volkswagen Taos, produzido na Argentina e no México, com seis airbags e Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) padrão, é o primeiro modelo a alcançar 5 estrelas no mais recente protocolo Latin NCAP. O SUV lançado recentemente atingiu 90,23% em Proteção de Ocupantes Adultos, 89,90% em Proteção de Ocupantes Infantis, 60,61% em Proteção de Pedestres e Usuários Vulneráveis das Estradas e 85,04% em Sistemas de Assistência à Segurança.

O Taos foi avaliado em impacto frontal, impacto lateral, impacto lateral de poste, chicotada cervical (whiplash) e proteção de pedestres. Além disso, foram realizados os testes de ESC, teste de alce (moose test) e Frenagem Autônoma de Emergência (AEB). O modelo oferece como padrão seis airbags, ESC e ancoragens ISOFIX que juntos tiveram um bom desempenho durante os testes. O Taos também oferece sistemas AEB opcionais para baixa velocidade, alta velocidade e pedestres e estão disponíveis em, ao menos, 50% do volume de produção, atendendo também aos requisitos de instalação do Latin NCAP. O veículo oferece Detecção de Ponto Cego (BSD); porém não foi avaliado pelo Latin NCAP. O Latin NCAP avaliou as versões produzidas no México e na Argentina; portanto o resultado de 5 estrelas é válido para ambas as origens. Este primeiro modelo de 5 estrelas sob o mais recente protocolo do Latin NCAP mostra o potencial da indústria local para oferecer segurança de ponta aos consumidores latino-americanos no curto prazo.

O Fiat Argo/Cronos, produzido na Argentina e no Brasil, com dois airbags frontais e sem ESC padrão, ganhou zero estrela no mais recente protocolo do Latin NCAP. O modelo popular atingiu 24,37% em Proteção de Ocupantes Adultos, 9,91% em Proteção de Ocupantes Crianças, 36,91% em Proteção de Pedestres e Usuários Vulneráveis das Estradas e 6,98% em Sistemas de Assistência à Segurança.

O Argo/Cronos foi avaliado em impacto frontal, impacto lateral, chicotada cervical (whiplash) e proteção de pedestres. O modelo mostrou proteção no impacto frontal de média a baixa e proteção no impacto lateral pobre para o ocupante adulto, ganhando zero estrela neste teste. A falta de airbags de proteção lateral e proteção lateral de cabeça como equipamento padrão e a baixa pontuação de chicote cervical limitaram o resultado na proteção do ocupante adulto. A pontuação de proteção do ocupante infantil foi baixa principalmente por causa da sinalização do veículo que não atende aos requisitos do Latin NCAP. À medida que o fabricante do veículo melhorar a sinalização, é provável que o resultado melhore para a proteção dos ocupantes infantis. A proteção de pedestres apresentou o pior desempenho desde que o Latin NCAP começou a avaliar a proteção de pedestres em 2020, o veículo tem proteção passiva pobre e não oferece AEB Pedestres para compensar, mitigar ou eventualmente prevenir o contato com pedestres. Do Sistema de Assistência à Segurança, o Argo/Cronos só conseguiu pontos para o Sistema de Aviso do Cinto de Segurança (SBR) para o motorista, uma vez que o veículo não oferece ESC padrão, ou outras tecnologias como Detecção de Ponto Cego, AEB, Sistema de Suporte de Pistas (LSS). No entanto, a Fiat anunciou que irá melhorar este veículo em breve e solicitará que seja reavaliado para demonstrar as melhorias.

Resultado do teste de auditoria do Fiat Argo/Cronos 2019

Como parte dos procedimentos regulares, o Latin NCAP realizou o teste de auditoria do Fiat Argo/Cronos publicado em 2019. O Latin NCAP avaliou o Fiat Argo/Cronos em 2019, fabricado na Argentina e no Brasil respectivamente, alcançando três estrelas para ocupantes adultos e quatro estrelas para proteção do ocupante infantil. De acordo com os requisitos dos protocolos de avaliação, o Latin NCAP tem o direito de auditar qualquer teste patrocinado a qualquer momento.

O resultado dos testes de auditoria mostrou que no impacto lateral a cabeça do adulto registrou valores elevados que ultrapassam os limites dos valores permitidos, levando a zero ponto na cabeça (cabeça na cor vermelha) e, portanto, zero estrela para o resultado deste modelo. Consequentemente, os novos cálculos foram realizados e o resultado foi reduzido para zero estrela para o ocupante adulto. O resultado de 2019 foi atualizado no site do Latin NCAP.

Alejandro Furas, Secretário Geral do Latin NCAP, disse:

“As 5 estrelas do Taos são um marco nos mais recentes protocolos do Latin NCAP e representam o desafio para todos os fabricantes de buscarem a mais alta classificação por estrelas. O Taos fabricado regionalmente oferece segurança padrão global para seus ocupantes e usuários vulneráveis da estrada. O Argo/Cronos decepcionou com um resultado zero estrela, mas o Latin NCAP fica feliz e está ansioso pelo compromisso da Fiat em melhorar o modelo. O Latin NCAP parabeniza a Volkswagen por essa conquista e espera ver esses níveis de proteção nos modelos à venda em breve. Ao mesmo tempo, o Latin NCAP incentiva a Fiat a melhorar o Argos/Cronos o mais rápido possível. O Latin NCAP acredita que as informações ao consumidor conhecidas como etiquetagem de segurança do veículo podem ajudar a melhorar drástica e rapidamente o nível de segurança do veículo como resultado de uma ação voluntária”.
      
Stephan Brodziak, Presidente do Comitê de direção do Latin NCAP, disse:

“Com estes últimos resultados do Latin NCAP, fica clara a relevância do programa para informar consumidores, usuários das estradas e tomadores de decisões sobre o desempenho de segurança dos modelos avaliados. É necessário que os países da região se juntem ao Latin NCAP para cumprir com o direito às informações de acordo com as Diretrizes de Proteção do Consumidor que requerem políticas fortes para a sua proteção. Se não fosse pelo Latin NCAP, não poderíamos ter conhecimento da baixa segurança que o Fiat Argo/Cronos oferece não só aos consumidores, mas também a todas as pessoas que circulam nas ruas com este tipo de veículo. A Fiat acrescenta mais um automóvel de baixa segurança à lista de carros que não protegem adequadamente os usuários das estradas. Chamamos a atenção para que a Fiat mude para carros mais seguros deixe de nos colocar em risco com este tipo de veículo. Ao contrário, estamos completamente felizes com o resultado do Taos da Volkswagen; esperamos que este nível de segurança seja oferecido em todos os modelos da marca e, além disso, que sirva de exemplo para outros fabricantes elevarem o desempenho de segurança dos carros que comercializam na região”.

Volkswagen Taos (6 airbags)

O Taos foi testado em impacto frontal, impacto lateral, impacto lateral de poste, chicotada cervical (whiplash), os diferentes cenários AEB, ESC, teste de alce (moose test) e desempenho de assistência de velocidade. No impacto frontal, o modelo apresentou comportamento estrutural estável e boa proteção. O teste de impacto lateral mostrou boa proteção, assim como no impacto lateral de poste. O teste de chicotada cervical (whiplash) apresentou boa proteção para o pescoço. O carro oferece proteção dinâmica completa para ambas as crianças. A proteção dos pedestres em segurança passiva é média, mas compensada por um bom desempenho do AEB para Usuários Vulneráveis da Estrada (VRU). O ESC mostrou um bom desempenho também nos testes de alce (moose test). AEB interurbano apresentou pontuação quase completa. A Volkswagen recomendou colocar os ocupantes infantis voltados para trás seguindo as melhores práticas globais.

Leia o relatório completo
Assista ao vídeo do teste de colisão
Baixe as imagens do teste de colisão

Fiat Argo/Cronos (2 airbags)

O Fiat Argo/Cronos foi testado em impacto frontal, impacto lateral, chicotada cervical (whiplash) e proteção de pedestres. No impacto frontal o veículo apresentou comportamento estrutural instável e proteção média a baixa. O impacto lateral mostrou baixa proteção. O teste de chicotada cervical (whiplash) mostrou proteção pobre para o pescoço com um grande ângulo de deflexão do encosto durante o teste, o que também representa um risco para os ocupantes do banco traseiro. O veículo proporciona proteção decente para ambas as crianças; no entanto, a decisão de não fornecer a marcação de acordo com os requisitos do Latin NCAP afetou a pontuação dinâmica. A proteção dos pedestres em segurança passiva é baixa e não é compensada pela presença de AEB Usuários Vulneráveis das Estradas (VRU) com bom desempenho. O ESC não é padrão no Argo/Cronos e, juntamente com um Aviso de Cinto de Segurança (SBR) exclusivo para o motorista, levou a baixas pontuações em Sistemas de Assistência à Segurança.

Leia o relatório completo
Assista ao vídeo do teste de colisão
Baixe as imagens do teste de colisão

________________________________________

Acerca do Latin NCAP

O Programa de Avaliação de Carros Novos para a América Latina e o Caribe (Latin NCAP) foi lançado em 2010 para desenvolver um sistema regional independente de testes de colisão de veículos e de qualificação de segurança na região. O Latin NCAP replica programas de testes de consumidores similares desenvolvidos nos últimos trinta anos na América do Norte, na Europa, na Ásia e na Austrália, que demonstraram ser muito eficazes na melhora da segurança dos veículos. Desde 2010, o Latin NCAP vem publicado os resultados de mais de 135 veículos. www.latinncap.com/resultados

O Latin NCAP agradece o apoio recebido pelo Global New Car Assessment Programme (Global NCAP), pelo International Consumers Research and Testing (ICRT), pela FIA Foundation, pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e pela Bloomberg Philanthropies Global Road Safety Initiative.

O Latin NCAP é membro associado do Global NCAP e apoia o Decênio de Ação das Nações Unidas para a Segurança Viária e à iniciativa Stop the Crash.

Server Error

Leia também

Server Error
Server Error
Server Error
Server Error

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.