Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Clareamento dental: será que vale mesmo a pena?
Se você está insatisfeito com o aspecto da sua dentição, essa pode sim ser uma boa alternativa. Porém, é necessário estar atento a algumas recomendações. Confira aqui detalhes desse procedimento que, além de simples, promete não pesar tanto no bolso. 
13 setembro 2017 |
sorriso

Quem deseja ter o sorriso mais claro, precisa, em primeiro lugar, saber que o tratamento só deve ser feito depois de uma boa avaliação realizada pelo dentista. É também esse profissional que vai orientar e acompanhar todo o processo, cujos valores variam entre R$ 400 e R$ 2.500, dependendo da cidade e da região onde será realizado.
 
A princípio, qualquer pessoa maior de 15 anos pode se submeter ao tratamento. Entretanto, ele não é recomendado para quem tem cáries, restaurações extensas ou gengivite. O mesmo vale para pessoas que tenham passado por cirurgia peridontal recentemente ou possuam outros problemas capazes de provocar hipersensibilidade durante o clareamento. O procedimento é ainda desaconselhável para gestantes e lactantes. 
 
Dentes recuperam cor original
Mas será que o clareamento realmente deixa os dentes mais brancos? Se essa é a dúvida que você tem em mente, saiba que o procedimento apenas deixa os dentes mais claros. Ou seja, ele só devolve a cor original perdida ao longo dos anos, sem alterá-la. Além disso, não há como garantir que o clareamento dental será bem-sucedido. Isso vai depender tanto da habilidade do profissional quanto da colaboração do paciente. 
 
Quem passa pelo procedimento, precisa, por exemplo, evitar o consumo excessivo de alimentos corantes, como beterraba e uva. A estimativa é a de que o clareamento permaneça próximo do efeito inicial por dois anos ou mais, em alguns casos. A durabilidade varia de uma pessoa para outra, pois depende de fatores como hábitos alimentares, qualidade da higiene oral, uso de medicamentos, etc. 

Vale destacar ainda que os dentes costumam ficar sensíveis depois do processo. Isso porque o produto usado "quebra" a barreira de proteção do esmalte e, dessa forma, ocorre a exposição da dentina, que possui terminações nervosas. Estas, quando entram em contato com alimentos e bebidas frias, quentes e doces, provocam dores agudas e pontadas. É possível também que algum tipo de sensibilidade surja durante o procedimento. E isso ocorre em 70% dos clareamentos caseiros. Mas, na maioria das vezes, a dor é suportável e cessa com o fim do tratamento.
 
clareamento dental

Processo pode ser feito em casa
O clareamento consiste na aplicação de um gel (à base de peróxido de carbamida ou hidrogênio) sobre os dentes, que pode ser feita no consultório ou em casa. Da primeira forma, o dentista aplica o produto em duas ou três sessões, com duração de 15 minutos cada, com intervalo de sete dias entre elas.

No clareamento caseiro, o paciente encaixa nos dentes uma moldeira, feita pelo dentista, com o gel dentro, uma ou duas vezes ao dia, por até duas horas, por um período entre 14 e 21 dias. A combinação das duas técnicas (em casa e no consultório) possibilita melhores resultados, pois reduz o tempo do tratamento e diminui a irritação gengival e a sensibilidade dental.  

A utilização do laser é outra maneira de atacar o amarelado dos dentes – mas só no consultório. Nessa técnica, fontes luminosas de baixa intensidade são lançadas sobre a dentição. No entanto, não há consenso sobre as suas vantagens. De qualquer maneira, o método a ser usado deve ser uma decisão conjunta entre paciente e dentista.  

clareamento 2 

Se sua intenção é se submeter ao tratamento, lembre-se de que, antes de investir na estética, é preciso cuidar da saúde bucal. Portanto, mantenha sempre os dentes limpos, escovando-os após as refeições, e use fio dental, que reduz a placa bacteriana e as manchas no canto dos dentes. E se você é associado da PROTESTE, use nossa parceria com o plano odontológico Inpao e economize na ida ao dentista.  
 


Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

água de coco
babá eletrônica
metas-emagrecer
falencia-fabricante

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.