Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Quais os efeitos da combinação entre medicamentos e bebidas alcoólicas?

Fique atento, pois a interação com o álcool pode reduzir ou potencializar a ação de certas substâncias e ainda causar outros efeitos colaterais.

18 janeiro 2018 |
bebida_remédio03

Muita gente não sabe se pode ou não consumir bebidas alcoólicas durante um tratamento médico com o uso de um ou mais remédios. Há casos também de problemas crônicos de saúde ou tratamentos mais longos, como os psiquiátricos, que exigem a ingestão constante de determinados fármacos. Em alguns casos, o álcool não interfere na ação dos medicamentos. Mas, em outros, a interação medicamentosa com ele pode causar redução ou o contrário: potencializar o efeito de um medicamento. Portanto, tenha cautela e não consuma bebidas alcoólicas em combinação com as seguintes substâncias (veja ainda os possíveis efeitos colaterais que essa mistura pode causar):

* Ácido acetilsalicílico e ibuprofeno - Você pode sentir irritação e desconforto estomacal.

* Ansiolíticos (indicados nos tratamentos da ansiedade e da insônia) - Combinados com álcool podem desencadear sedação, falta de coordenação e prejuízo da memória, com risco de acidentes.

* Anticonvulsivantes – A interação intensifica a sedação.

 * Antidepressivos - Com o álcool, podem causar sedação e reduzir o efeito contra a depressão. 

 Cuide da saúde com os conteúdos da PROTESTE. Associe-se!   

 

 bebidaremedio04

 

 * Metronizadol ou tinidazol - Combinado com bebidas alcoólicas, pode causar falta de ar, dor de cabeça, dor no peito, rubor da pele, arritmia cardíaca, tontura, náusea e vômito.

* Antibióticos em geral –  Se você consumir um grande volume de cerveja, por exemplo, deverá urinar mais, acelerando a excreção renal do medicamento, o que pode diminuir sua ação no organismo.

* Antidiabéticos – Com o consumo de álcool, você pode sofrer uma hipoglicemia (queda na taxa de açúcar no sangue).

* Medicamentos para hipertensão – A interação com o álcool pode causar vertigens.


  bebidaremedio01


Quanto às demais classes de medicamentos, procure a informação na bula ou pergunte ao médico no momento da prescrição sobre os efeitos do consumo de álcool. Você também deve ter em mente que ele exerce efeitos tóxicos no organismo, sobretudo no fígado, órgão envolvido na metabolização de muitos fármacos.

Então, para quem está doente e precisa tomar medicamentos, o consumo de álcool não é uma boa ideia. O recomendado é que você espere que o tratamento se encerre e seu organismo se restabeleça para voltar a consumir qualquer tipo de bebida alcoólica.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).


Leia também

casal-sonhando
alimentação
colchão
Mais-barato-PROTESTE2

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.