Notícia

desconfie-de-promessas-milagrosas

22 julho 2011

22 julho 2011
Conheça outros exemplos de “pílulas mágicas” emagrecedoras e suas “promessas”.

desconfie-de-promessas-milagrosas

A Caralluma fimbriata é um fenômeno relativamente novo. Mas os fitoterápicos classificados como emagrecedores são difundidos há muito tempo. Bem como suas promessas “milagrosas”

O que se sabe, após muitos estudos, é que esses produtos em excesso podem provocar reações indesejadas. Veja alguns exemplos:

• Garcínia (Garcínia cambogia): aumenta a sensação de saciedade. Acredita-se que a substância AHC presente no extrato seco inibe a conversão de carboidratos em gordura. Se ingerida em excesso, pode provocar efeitos laxantes e alterações hepáticas. No Brasil, foi notificado um caso de morte por aplasia medular resultante do uso.

• Cáscara sagrada (Rhamnus purshian): possui efeito laxativo. Não é considerada saudável, pois compromete o intestino, diminui a absorção de vitaminas, minerais, aminoácidos e ácidos graxos essenciais. Leva de seis a oito horas para fazer efeito.

• Chá verde e chá branco (Camellia sinensis): aumentam o gasto energético e a quebra da gordura. Têm ação antioxidante e antiinflamatória. O excesso está já nas pequenas doses: uma cápsula de chá verde equivale a dez xícaras de chá!

• Gymnema sylvestre: diminui a vontade de comer doces graças às propriedades hipoglicemiantes, que retardam a absorção do açúcar no sangue. Mas se você exagerar, pode causar hipoglicemia.

Se ainda assim você decidir por um tratamento emagrecedor à base de fitoterápicos, é importante tomar alguns cuidados:

• Evite ao máximo comprar fórmulas prontas – há relatos de fármacos sintéticos psicoativos, que possuem restrições de venda e uso (como sibutramina, femproporex, anfepramona e fluoxetina), não mencionados na composição de fitoterápicos emagrecedores comercializados livremente;

• Procure não comprar via Internet, principalmente de sites pouco conhecidos;

• Siga as indicações de uso, não mude a dosagem recomendada, nem prolongue o tratamento por conta própria.


Imprimir Enviar a um amigo