Notícia

Mais 43 planos de saúde são punidos pela ANS e têm venda suspensa

17 novembro 2015

Na avaliação da PROTESTE as suspensões de venda não têm sido muito efetivas. Das 16 operadoras desta etapa, 10 constavam na lista anterior. Veja a lista com os planos penalizados.


Em nova etapa de punição a Planos de Saúde que geraram 43% das queixas de consumidores à Agência Nacional de Saúde (ANS), a partir desta quinta-feira (19), por falta de gerenciamento das ações de saúde estarão suspensas a venda de 43 planos, de 16 operadoras no país. Os clientes atuais, porém, não serão afetados. 


 

Já é a décima quinta vez que há suspensão de venda de planos em monitoramento feito a cada trimestre, envolvendo 1.170 planos de 158 operadoras. Outros 38 planos de saúde de 14 operadoras que estavam com a comercialização interrompida poderão voltar a ser vendidos, já que comprovaram melhoria no atendimento ao consumidor. 


Nem punições melhoram qualidade do atendimento 


Um total de 13.030 reclamações foi considerado na avaliação do Programa de Monitoramento, o que mostra que essas punições não têm sido muito efetivas. Das 16 operadoras com planos suspensos nesta etapa, 10 já constavam na lista de suspensão do período anterior


Se o propósito é induzir as empresas a melhorar o atendimento, os números demonstram que elas são reincidentes, penalizando os consumidores que pagam as mensalidades e não obtêm atendimento satisfatório”, afirma Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da PROTESTE. 

Prazos não são cumpridos 


Desde o início do monitoramento, 1.014 planos voltaram ao mercado após comprovar melhorias no atendimento. Desta vez os principais problemas foram nas autorizações prévias para realização de procedimentos, franquia e coparticipação, além de descumprimento dos prazos máximos para atendimento


Além de terem a venda dos planos interrompida, as operadoras que negaram indevidamente cobertura podem receber multas que variam de R$ 80 mil a R$ 100 mil. 

Confira a lista dos planos que terão a venda suspensa.


Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE!


Imprimir Enviar a um amigo