Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Novas regras da ANS podem dobrar valor de planos de saúde
Novas normas que preveem franquia e coparticipação podem levar consumidor ao endividamento
03 julho 2018 |
novas-regras-planos-de-saude

Previstas para entrarem em vigor em 180 dias, e valendo apenas para contratos novos, as novas regras da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) referentes a planos de saúde com coparticipação e franquia podem dobrar o valor da mensalidade dos planos destas categorias.

As mudanças irão afetar muitos usuários visto que, atualmente, mais de 50% dos 47 milhões de contratos de planos de saúde têm coparticipação.

Diga não a alteração da lei dos planos de saúde

Entre as principais e polêmicas mudanças está a permissão do plano de saúde cobrar coparticipação de até 40% do valor do procedimento realizado. Isso significa que, se o paciente fizer um exame que custa R$ 100, a operadora pode cobrar até R$ 40 dele, além do valor da mensalidade. 

Ou seja, a nova regra permite o repasse de valores acima dos 30% que, embora não fosse firmado por lei, era o sugerido anteriormente pela ANS.

No caso da franquia, similar ao adotado nos seguros de carro, a proposta é limitar em 12 vezes o valor da mensalidade.  

Outro ponto importante é que a ANS estabeleceu ainda que vários procedimentos — 250, no total —, como consultas em médicos generalistas, exames preventivos, tratamentos de doenças crônicas e câncer, por exemplo, ficarão isentos de coparticipação ou franquia. 

planos-de-saude-ans

O que pensa a PROTESTE?

Para a PROTESTE, as alterações são preocupantes visto que os planos que oferecem a cobertura integral - sem cobranças adicionais por uso - podem perder espaço no mercado para as novas opções, deixando de ser oferecidos pelas empresas. Ou, até mesmo, que os valores das mensalidades se tornem tão mais elevados, que inviabilizem assim a contratação.

Mesmo as empresas seguradoras afirmando que haverá a redução da mensalidade, o limite autorizado pela ANS é considerado muito alto. Isso, somado a imprevisibilidade do valor da conta final, é um dos grandes temores que pode levar os usuários ao endividamento.

Utilize o nosso simulador e descubra como seu plano se sairia caso fosse avaliado pela PROTESTE

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou 4003-3907 (de telefone fixo ou celular).

Leia também

aluno-inadimplente
água de coco
carro-usado
Psicoterapia

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.