Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Plano de saúde pode piorar com projeto
PROTESTE mobiliza consumidores para barrar propostas de projeto em tramitação na Câmara Federal que altera a lei 9656.
 
18 abril 2008 |

A PROTESTE Associação de Consumidores está mobilizando os consumidores para encaminhar e-mails à Comissão de Constituição e Justiça dam Câmara Federal alertando os parlamentares para que não aprovem aspectos prejudiciais contidos no Projeto de Lei nº 4076/2001, de autoria do Deputado Henrique Fontana (PT/RS). Ele altera a Lei dos Planos de Saúde (nº 9656/98). O projeto já passou pela Comissão de Seguridade Social e Família e, se aprovado nesta nova comissão, irá a plenário para votação. É preciso reverter o resultado da votação até agora, que é prejudicial ao consumidor

“Temos que ter uma reação firme à aprovação de pontos críticos do projeto, pois o lobby do setor é poderoso e os efeitos dessa lei terão um impacto direto na saúde do brasileiro”, destaca Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da PROTESTE.

Em alguns aspectos o projeto altera para pior a lei dos planos de saúde. Se transformado em lei obrigará o doente a passar por junta médica antes de ter aprovado o pedido de colocação de órteses e próteses, por exemplo. Há ainda outras mudanças prejudiciais justamente agora que a Lei 9.652 completa dez anos e que parece ter trazido uma trégua aos consumidores.

Pela proposta do projeto acabará ainda o direito do consumidor pagar a mais para poder ter o direito de cobertura imediata, sem carência, do problema de saúde que tiver ao contratar o plano de saúde.

Essa votação visa somente os interesses das empresas. Não podemos aceitar que haja restrição a direitos já garantidos pelos consumidores brasileiros e pela Lei 9.656-98. Essa votação mostra que os deputados que votaram a favor dessas restrições desconhecem completamente alguns avanços obtidos nesse área e no embate entre empresas e consumidores.

A PROTESTE se manterá atenta a tramitação e conta com a mobilização dos consumidores enviando e-mails aos deputados para que rejeitem os pontos negativos do Inicialmente o projeto incluía a cobertura de consultas, exames e demais procedimentos ambulatoriais de caráter preventivo nos planos de saúde. Mas foram apensados mais de 20 outros projetos de lei, consolidados pelo relator Ribamar Alves (PSB-MA) no terceiro substitutivo, que foi aprovado na comissão de Seguridade Social e Família.

O PL, de autoria do Deputado Henrique Fontana, tinha como objetivo incluir nos planos de saúde a cobertura de consultas, exames e outros procedimentos ambulatoriais preventivos. A inclusão de outros projetos de lei o modificou. A redação atual é do relator do projeto.

Apesar de trazer alguns benefícios para o consumidor, como a diminuição da carência para cobertura de doenças preexistentes de 24 para 18 meses, a maior parte dos dispositivos traz danos aos usuários. A troca de plano de saúde sem cumprir novas carências, pela proposta do projeto, só poderá ocorrer se comprovada a insatisfação por meio de processo judicial ou após processo na Agência Nacional de Saúde. Na prática fica inviável a troca de planos sem carência.

O projeto prevê ainda a necessidade de consulta a junta médica para análise de cobertura de procedimentos, próteses e órteses e a proibição de oferecimento de agravo, ou seja, o usuário não poderia pagar uma mensalidade maior para não precisar cumprir a carência, no caso de doenças preexistentes.

Veja os e-mails para envio de mensagens pedindo aos deputados para barrar as mudanças prejudiciais do projeto de plano de saúde:

dep.antoniocarlosmagalhaesneto@camara.gov.br; dep.indiodacosta@camara.gov.br;
dep.ayrtonxerez@camara.gov.br; dep.bonifaciodeandrada@camara.gov.br;
dep.brunorodrigues@camara.gov.br; dep.cezarsilvestri@camara.gov.br;
dep.cirogomes@camara.gov.br; dep.edmarmoreira@camara.gov.br;
dep.edsonaparecido@camara.gov.br; dep.efraimfilho@camara.gov.br;
dep.fabioramalho@camara.gov.br; dep.felipemaia@camara.gov.br;
dep.flaviodino@camara.gov.br; dep.marceloortiz@camara.gov.br;
dep.joaocampos@camara.gov.br; dep.josecarlosaleluia@camara.gov.br;
dep.mendoncaprado@camara.gov.br; dep.franciscotenorio@camara.gov.br;
dep.jutahyjunior@camara.gov.br; dep.gonzagapatriota@camara.gov.br;
dep.paulomagalhaes@camara.gov.br; dep.robertomagalhaes@camara.gov.br;
dep.sandrarosado@camara.gov.br; dep.sergiobrito@camara.gov.br;
dep.silvinhopeccioli@camara.gov.br; dep.urzenirocha@camara.gov.br;
dep.valtenirpereira@camara.gov.br; dep.wolneyqueiroz@camara.gov.br;
dep.zenaldocoutinho@camara.gov.br;

Leia também

smartphone-idosos
ranking-empresas-mais-reclamadas
sabonetes-faciais
duvidas-whey-protein

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.