Notícia

Guia de Preços: Aumento de preços só poupou Pernambuco

02 setembro 2009

02 setembro 2009

Saiba como os produtos que compõem as cestas foram escolhidos e quais critérios definiram os estabelecimentos pesquisados

A principal conclusão do nosso estudo é que ficou mais caro encher a despensa em todos os estados, exceto Pernambuco.

De 2008 para cá, o custo médio da cesta 1 aumentou cerca de 10% em São Paulo, Santa Catarina e Distrito Federal. Em Pernambuco, houve decréscimo de 0,15%. Confira outros números significativos apurados por nós:

Aumento médio da cesta 2 Santa Catarina - 16%
São Paulo e Rio de Janeiro – 10%

Maior diferença entre o preço
mais caro e o mais barato – cesta 1

São Paulo - R$ 1.833,36, ao longo de um ano
Maior variação de preço entre as subcestas Mercearia - São Paulo - 115%, equivalente a R$ 910 ao ano
Higiene e Limpeza – São Paulo – 59%

Maior diferença entre o preço
mais caro e o mais barato – cesta 2

São Paulo – 208%
Rio de Janeiro – 109%

Siga nossas dicas e poupe quase R$ 4 mil

Quem optar por fazer compras nos mercados apontados por nós pode economizar quase R$ 4 mil ao ano – caso da cesta 2 em São Paulo. Veja nos gráficos abaixo qual a diferença de preços entre as cestas compradas nos estabelecimentos mais caros e nos mais baratos para todos os estados pesquisados pela PROTESTE:

Clique para ver maior.

Imprimir Enviar a um amigo