Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

5 aprendizados e oportunidades para o setor de alimentação pós pandemia
PROTESTE lança ebook gratuito com temas urgentes para empreendedores gastronômicos
07 julho 2020 |

Responsável pelo curso on-line de gestão de empreendimentos gastronômicos - o Você Chef: da Cozinha ao Lucro– a PROTESTE -, maior Associação de Consumidores da América Latina, reuniu um time de especialistas para debater caminhos e soluções para o setor de alimentação nos pós-pandemia. O debate, realizado em lives nas redes sociais da PROTESTE, deu origem ao ebook gratuitoEmpreendimentos Gastronômicos Pós-Pandemia, que oferece direcionamentos para repensar ou mesmo desenvolver novos negócios gastronômicos.  

Juntamente com os convidados Fernando Blower, presidente do Sindicado de Bares e Restaurantes do Rio de Janeiro (SindRio), Rualiane Bittencourt, nutricionista e assessora em segurança de alimentos; Rachel Carvalhaes, consultora em gestão de empreendimentos gastronômicos; e da gestora estadual de projetos no segmento de alimentação fora do lar do Sebrae-RJ, Louise Nogueira, a PROTESTE compilou no documento ações cruciais para se enfrentar a crise e apresentar respostas rápidas para garantir a longevidade do negócio de alimentação. 

"São dicas preciosas que dialogam com o curso Você Chef, da cozinha ao lucro, que tem módulos sobre qualidade e segurança do alimento, engenharia de cardápio, marketing, planejamento, formação de preços, direito dos consumidores. Assuntos que são cruciais para se planejar um empreendimento e que agora, no pós-pandemia, serão fundamentais para sobreviver em um mercado cada vez mais rigoroso”, avalia Pryscilla Casagrande, coordenadora do Centro de Competência de Alimentação e Saúde da PROTESTE, área responsável pelo curso. 

Os temas tratados no ebook envolvem finanças, orientações sobre auxílio emergencial, a importância de se organizar as fichas técnicas e automatizar processos, as tendências do setor, incluindo modelos grab and go, dark kitchens, delivery, e a importância das boas práticas de manipulação dos alimentos em um cenário de pandemia. Outro assunto relevante, é a importância da comunicação transparente e próxima ao consumidor final.

“Hoje uma estratégia de marketing bem feita pode mudar o lugar do negócio, criar audiência e aumentar significativamente a demanda”, alerta a proprietária da C’est Prêt Consultoria, Rachel Carvalhaes. Segundo ela, muitos dos seus clientes estão aproveitando o momento para repensar os seus processos e planejamento para lidar de forma mais apropriada ao “novo normal”. 

Aos empreendedores de food service ou futuros donos de negócios na área de alimentação, a PROTESTE faz o convite para se juntar à comunidade Você Chef. Inscreva-se!

EMPREENDIMENTOS GASTRONÔMICOS PÓS-PANDEMIA

5 aprendizados e oportunidades para o setor de alimentação

Dicas que você encontra no ebook

1. A palavra-chave do momento é reinvenção. Mas, antes de tomar qualquer decisão é preciso avaliar o próprio negócio. 

2. Analise profundamente o caixa, os custos envolvidos na operação, as despesas.
 
3. Aproveite o tempo imposto pela quarentena para redigir as fichas técnicas corretas, o receituário, cadastrar todos os itens no estoque, fazer a precificação certa, além de renegociar contratos, aluguéis, buscar acordos e repensar a equipe. 

4. Os subsegmentos que terão maior demanda no pós-pandemia são hamburguerias, pizzarias e serviços à la carte.

5. O consumidor está mais conscientização sobre segurança alimentar e tem maior desejo por alimentos mais nutritivo.

6. O delivery é uma tendência que veio para ficar, mas do ponto de vista econômico trata-se de uma saída, e não uma solução.

7. O marketing digital nunca foi tão apropriado. É preciso estar ativo e coerente nas redes sociais, plataformas que atingem muitas pessoas e são importantes para estreitar a relação com o cliente

 

Leia também

Proteste Bom Dia Rio empréstimo Lian

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.