Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

7 dicas para saber se o parque de diversão é seguro
PROTESTE reforça alerta para que você saiba se prevenir das armadilhas encontradas nesses locais e possa realmente curtir o programa sem sustos.
27 julho 2017 |
roda gigante

Em maio deste ano, um teste feito pela PROTESTE mostrou que todos os quatro parques de diversões avaliados apresentavam problemas que poderiam comprometer a segurança dos seus frequentadores. Era uma tragédia anunciada. E, infelizmente, na última quarta (26) se cumpriu. Um grave acidente no parque Mutirama, em Goiânia, deixou 13 feridos (dois em estado grave) e levou a interdição do local. O problema foi resultado de uma falha na estrutura do brinquedo Twister, que fez com que rompesse as barras de sustentação que resultaram na queda de cadeiras com todos os frequentadores. Por isso, a PROTESTE reforça o alerta de segurança e seleciona sete itens que você deve checar no local antes de se esbaldar.

1. Alvará e certificado
Certifique-se de que o espaço possui alvará e certificado do Corpo de Bombeiros, que devem estar expostos em local visível, como nas bilheterias. Em alguns estados, são obrigatórios ainda documentos de certificação emitido por Conselhos de Engenharia, como é o caso de Goiás. 

2. Câmeras de segurança
Veja se há câmeras, extintores, sprinklers, detectores de fumaça e iluminação de emergência, entre outros itens no local, que sejam de fácil compreensão para as crianças por meio de imagens e símbolos visíveis à distância.

3. Proteção dos brinquedos
Verifique se brinquedos em altura, como passarelas e escadas, possuem tela de proteção para evitar a queda dos pequenos. 

roda gigante

4. Banheiros no local
Se não há banheiro, pergunte qual será o procedimento com a criança, se ela precisar usar. O ideal é que os parques tenham banheiros suficientes para a quantidade de frequentadores nos locais, e que sejam devidamente sinalizados. 

5. Proteção elétrica
Preste atenção se não há fios elétricos soltos no ambiente, especialmente nos jogos eletrônicos como videogames e veja se as tomadas estão com tampas de proteção. O ideal é que toda a estrutura elétrica esteja invisível e inacessível a qualquer frequentador.

6. Desocupação emergencial

Avalie a facilidade de evacuação, reparando se o trajeto até a saída se encontra livre de obstáculos e está devidamente sinalizado.

7. Monitores exclusivos

Observe se a piscina de bolinhas, o pula-pula e o escorrega possuem normas de utilização e monitores exclusivos para cada atração. 


Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

azeite-proibido
Bandeja de carne
Consumidor confuso
conta

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.