Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Saiba como economizar até R$ 5 mil por ano com supermercado
Confira o resultado completo do Guia de Supermercados 2019, um estudo exclusivo feito por nossos especialistas
07 outubro 2019 |
guia de supermercados

Pelo 14º ano consecutivo, preparamos um Guia de Preços de Supermercados que avalia o resultado de uma ampla pesquisa realizada em todo o Brasil.

Comparando os resultados encontrados este ano com 2018, encontramos variações consideráveis nos preços médios da cesta 2, de produtos mais baratos, porém na cesta 1, que contém os produtos de marca líder, não encontramos grandes diferenças. A maior variação identificada referente a cesta 2 foi 40%, já na cesta 1, essa variação foi de 14%.

Como foi feita a pesquisa

Para compor nosso estudo, levantamos os preços de duas cestas de produtos, classificadas de acordo com dois perfis de consumo distintos:

Cesta 1: Composta por 104 produtos com marcas definidas (líderes de venda) e encontrados nas categorias: mercearia, higiene e limpeza, perecíveis, hortifrúti, entre outros;

cesta um

Cesta 2: Composta por 90 produtos com as marcas mais baratas encontradas no estabelecimento, sendo os mesmos da cesta 1, porém sem carne, frutas, verduras e legumes.

cesta 2

Vale ressaltar que as marcas pesquisadas foram definidas com base nos resultados apresentados pela pesquisa Líderes de Vendas 2018, realizada pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

Carioca pode economizar até R$ 5 mil ao ano

Nossa análise vai te mostrar que se você mudar ou adaptar seus hábitos de compra conseguirá poupar cerca de R$ 4.881,12 por ano, consumindo produtos de marcas líderes, se optar por fazer suas compras no Mundial da Barra, ao invés do Pão de Açúcar na Tijuca. 

Se marca não for algo que você ache importante, a economia também é bastante significativa, R$ 4.730,88 ao ano, comprando os produtos mais baratos das lojas.

Este foi o exemplo mais significativo encontrado na cidade do Rio de Janeiro, para quem, por exemplo, deixar de ir ao mercado Zona Sul de Copacabana e começar a ir ao Nossa Rede, no Maracanã.

Nossa pesquisa também mostra que quem não gosta de ir muito longe ainda pode economizar. Por exemplo, um morador do Recreio, que consuma os produtos da cesta 1, consegue uma economia de R$ 1.037,16 ao ano se trocar o Pão de Açucar pelo Prezunic – a distância entre os dois supermercados é de apenas 7,9 km. 

Ainda assim, se a distância entre o supermercado mais caro e o mais barato for grande, pode valer a pena dedicar um dia no mês para fazer uma compra mais pesada.

O gasto com combustível não será tão significativo assim, principalmente quando comparado ao valor economizado nas compras.

Mesmo produto pode chegar a ser vendido sete vezes mais caro


Encontramos variações de até 700%. Foi o caso do quilo da maçã gala: o menor valor encontrado foi de R$ 1,69 e o maior, R$ 13,49, chegando a custar sete vezes mais. Em outras palavras, é possível comprar quase 8kg de maçã no lugar mais barato, pelo preço de 1kg no local mais caro.

Dicas na hora de ir às compras

Na hora de fazer as compras, a primeira dica é: faça a sua lista e seja fiel ao que se propôs a comprar.

Para completar, não vá ao supermercado com fome e, se possível, não leve crianças - elas costumam estimular a colocação de itens a mais no carrinho, como guloseimas.

Supermercados online: os prós e contras

Também indicamos não passar muito tempo entre uma compra e outra, para não acabar levando produtos sem necessidade.

Ir às compras com a calculadora em mãos também é positivo: você pode somar tudo o que colocar no carrinho com um limite já estabelecido pelo orçamento.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 4003-3907.

Leia também

carro-usado
economia-eletrodomesticos-1
onde-comprar-materiais-de-construcao-barato
teste umidificadores de ar

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.