Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Durma sobre um ótimo colchão e economize cerca de R$ 360
A maioria dos oito modelos que testamos foi produzida com matéria-prima de qualidade, se manterá rígida por um bom tempo e tem densidade igual à informada na etiqueta. 
04 abril 2018 |
shutterstock_237366010

Se você estiver à procura de um novo colchão, terá boas opções de escolha nas lojas. Isso porque, dos oito modelos avaliados recentemente, só dois tiveram notas medianas e os demais se saíram muito bem. Os resultados foram similares aos de 2016 e muito melhores do que os de 2012. A notícia fica melhor ainda, se você considerar que pode economizar cerca de R$ 360, se optar por nossa escolha certa em vez do mais caro do teste (comparação dos preços mínimos). Vale lembrar que todos os modelos testados já são certificados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e, desde fevereiro de 2015, devem ser vendidos no comércio com o selo do órgão. Para os de mola, teremos esta obrigatoriedade somente em 2019. 

Quando for comprar o seu colchão (evite fazer isso pela Internet, pois você deve verificar como se sente ao sentar-se e deitar-se sobre ele), verifique a etiqueta. Ela deve ter informações obrigatórias, como Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) do fabricante, composição qualitativa dos componentes, tipo de espuma utilizada, densidade nominal, composição do revestimento e data de fabricação. 

Conheça os tipos e as características dos colchões antes de comprar um 

Em nosso teste, só um produto – o modelo Castor Black&White – não apresentou as dimensões e a data de fabricação. Os demais forneciam os dados que são exigidos. No item dimensões, todos foram bem avaliados, já que informavam corretamente a largura, o comprimento e a altura em suas etiquetas.

Instale o plugin Mais Barato e encontre o colchão mais em conta

 

resultados-do-teste

 

Densidade é referência fundamental para a escolha do produto 

Para conferir se a densidade é a mesma informada pelo fabricante, conferimos a quantidade de matéria-prima utilizada para produzir 1 m3 de espuma. Esse dado é representado pela letra D e serve como referência para que você defina o produto mais adequado ao seu biotipo (relação entre peso e altura). 

A PROTESTE testa periodicamente diversos tipos de produtos para ajudar você a fazer as melhores escolhas. Associe-se!

Todos os avaliados indicavam densidade 33 na etiqueta e apresentaram erro dentro do limite de 10%, permitido pela norma. Porém, entendemos que, quanto mais próximo for o valor da densidade, mais bem avaliado deve ser o colchão. Nesse sentido, os modelos com melhor avaliação foram Castor Black&White e o Ecoflex Ecoline. Já o Hellen Pro Confort teve a maior diferença – ainda assim, aceitável, dentro do erro permitido. 

O próximo passo foi avaliar a deformação da espuma, para termos uma ideia de como o material irá se comportar com o uso ao longo do tempo. Esse critério, chamado resistência ao desgaste, inclui a deformação e a perda de resistência e de espessura. Felizmente, o resultado foi bom para todos os produtos e você pode ficar tranquilo: eles se manterão com a mesma rigidez por um bom tempo. Contudo, você também precisa tomar alguns cuidados com seu colchão. Veja 10 dicas importantes.

Produtos com boa matéria-prima 

Quanto à matéria-prima, vimos se os colchões foram produzidos só com espuma ou se havia outros materiais na composição de cada um deles. Nessa análise, um pedaço de espuma foi queimado lentamente e o que sobrou foi pesado e comparado com a massa inicial (teor de cinza). Seu valor muito alto (acima de 1%) indica o uso de matéria-prima de baixa qualidade. O destaque foi o modelo Castor (0,1%). Os demais foram considerados bons, dentro do limite máximo.  

 comparativo-colchoes-espuma

 

O colchão eleito melhor do teste foi o Ecoflex Ecoline, com preços que variaram entre R$ 469 a R$ 599 (abaixo). Foi o produto mais preciso em relação à densidade e apresenta informações completas. Além disso, é confortável e produzido com matéria-prima de qualidade. Também  resistiu bem ao desgaste simulado.

00042755-colchao-casal-ecoflex-ecoline-138x188x14-cm-espuma-d28-cinza-001-principal

Já o modelo Kappesberg Sonolev,  com preços entre R$ 451 a R$ 665,  foi eleito nossa escolha certa. Vimos que é um pouco menos preciso em relação à densidade, porém, nos demais critérios avaliados, é muito similar ao melhor do teste. 

23607-det-colchao-kappesberg-espuma-d33-sonolev

 Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

casal-sonhando
abertura
mudancas-afetam-bolso
onde-comprar-materiais-de-construcao-barato

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.